Menu

TCM entrega penúltima remessa de relatórios da Operação Especial de Emergência

Por MARCO FILHO | 17 de fevereiro de 2017 | 12:38

A entrega de mais seis relatórios referentes às fiscalizações da operação especial realizada pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará (TCM), que verifica a conformidade de decretos de emergência e calamidade pública de municípios cearenses, ocorrerá nesta segunda-feira (20), às 8h30, na sede do órgão.

Os documentos que serão entregues contendo os resultados das fiscalizações ocorridas no período de 6 a 10 de fevereiro são referentes às cidades de Chaval, Ibiapina, Madalena, Bela Cruz, Choró e Graça.

A operação especial tem por finalidade fiscalizar os municípios que decretaram estado de emergência e calamidade pública e eventuais dispensas de licitação fundamentadas nessa situação.

Nesta sexta-feira (17) o número total de municípios fiscalizados chegará a 30. Os relatórios construídos pelas equipes do TCM são compartilhados com o Ministério Público do Estado (MPCE) no intuito de fornecer informações técnicas que possam servir de embasamento para a atuação deste, tanto no aspecto de improbidade como da responsabilidade penal.

Já na Corte de Contas os relatórios podem ensejar a abertura de tomadas de contas especiais para apuração de responsabilidade dos agentes públicos, podendo ocorrer aplicação de multas, devolução de recursos e desaprovação de contas.

A seleção dos municípios leva em consideração uma matriz de risco, elaborada pela equipe de fiscalização do TCM a partir de informações das prestações de contas, publicações oficiais, portais de transparência e dados do Ministério Público.

As inconformidades mais frequentes encontradas pelas equipes de fiscais do órgão referem-se a inércia administrativa (omissão) na adoção de medidas para normalizar a situação dita como anormal; aquisição de bens e contratação de serviços sem precedência de adequado procedimento de licitação e contratação, com burla à legislação que regula a matéria; falhas em procedimento de dispensa de licitação; pessoal trabalhando sem a devida formalização do vínculo funcional; inexistência de controle interno sobre as atividades executadas na atual gestão; vínculo entre agentes públicos e empresa fornecedora de bens/serviços.

O TCM pretende retomar a operação especial após o Carnaval, mas avalia condições orçamentárias para tanto, tendo em vista a redução dos recursos destinados ao órgão, aprovada pela Assembleia Legislativa (veja matéria).

Fonte: TCM





Veja também

A Rádio Cultura de Várzea Alegre começou a operar na frequência modulada FM 96.3 MHz na tarde deste domingo,...
O ex-vereador Nicolau Oliveira Costa faleceu às 3h da madrugada deste sábado (24), aos 74 anos de idade, vítima...
As festas juninas estão aí. Não saia de qualquer jeito. Estilo faz toda a diferença para ser notado. Confira...
Cruz Vermelha recebe homenagem da Câmara de Vereadores durante Sessão Solene na tarde desta sexta-feira (23).
Problemas técnicos nos ajustes finais do equipamento forçou o adiamento da transmissão do sinal da Rádio Cultura na frequência...
Publicidade
error: Content is protected !!