Menu

Várzea Alegre: Justiça anula transferência ilegal de servidor público concursado que beneficiava contratado temporário

Por NONATO ALVES | 6 de dezembro de 2017 | 19:41

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Várzea Alegre, através de sua assessoria jurídica,  Dr Fridtjof Alves, obteve decisão favorável junto à Justiça do Trabalho de Iguatu, anulando a transferência ilegal e abusiva praticada pelo Município, que havia relotado servidora pública concursada para beneficiar contratado temporário.
A servidora havia sido transferida por mais de uma vez, sendo que no último ato realizado, não houve nenhuma motivação, sendo colocado no seu lugar um contratado temporário. Nesse sentido, a administração pública, apesar de possuir a discricionariedade para relotar servidores, deve sempre observar princípios fundamentais e elementos obrigatórios, não podendo transferir sem que haja um motivo e finalidade que atenda ao interesse público de forma objetiva.
Quando o município transfere com motivação genérica ou sem motivo, ou pior, quando retira servidores concursados de um lugar para nele lotar temporários, pratica desvio de finalidade, tornando o ato de transferência nulo de pleno direito. Na decisão, a juíza antecipou os efeitos da sentença e determinou o imediato retorno da servidora para o local em que vinha prestando as suas funções.




Veja também

A Prefeitura de Várzea Alegre pagou o 13º salário dos servidores públicos nesta segunda-feira (11). O prazo final era...
Bingo beneficente em prol de Francieldo Lima no Gugas Bar, neste domingo (10), conseguiu arrecadar R$ 1.090, 00 reais...
A Câmara de Vereadores poderá sofrer mudanças no seu quadro atual de 13 edis em 2018. Circula nos bastidores...
Amigos e familiares realizarão um bingo beneficente em prol do adolescente Francieldo Lima da Silva, 14, neste domingo (10)...
Em janeiro de 2018, Várzea Alegre receberá a visita de empresários dos estados de São Paulo, Rio Grande do...
Publicidade
error: Content is protected !!