Menu

Várzea Alegre: Prefeitura propõe pagar 60% das dívidas atualizadas a credores de precatórios

Por NONATO ALVES | 10 de agosto de 2017 | 14:22

Em reunião com credores de precatórios da Prefeitura de Várzea Alegre, a administração municipal está propondo um acordo de pagamento de 60% do crédito atualizado para diminuir a fila de espera pelo recebimento dos valores que serão pagos e gerar economia nos cofres da gestão. A proposta segue a Emenda Constitucional Nº 94/2016.

Com precatórios trabalhistas, 44 credores participaram de reunião nesta quarta-feira (09), na Secretaria de Educação, para tomar ciência da proposta. A ouvidoria e a procuradoria do município repassaram as informações. A expectativa da gestão é de que muitos credores aceitem os termos do acordo, após se informarem com seus respectivos advogados.

A dívida com precatórios tem gerado reiteradamente problemas às prefeituras. É comum as administrações serem surpreendidas com bloqueio de recursos via ordem judicial que retém o dinheiro em conta específica para pagamento dos credores.

A medida tomada pela prefeitura de Várzea Alegre tem como objetivo finalizar um problema gerado em antigas administrações, cujas demissões à época, geraram processos judiciais coletivos por demissões consideradas injustas. De lá para cá, os processos se arrastaram por anos, até que os credores ganharam a causa, obrigando as prefeituras a pagar as dívidas trabalhistas.

 





Veja também

O varzealgrense Beto Primo (PPS), 40, assumiu nesta terça-feira (22) uma cadeira na Câmara de Vereadores de Juazeiro do...
O agricultor Antônio Salviano de Almeida, 49, foi preso pela polícia de Várzea Alegre, por volta das 13h30 desta...
Bandidos levaram cerca de R$ 1.000,00 reais em mercadorias (bijouterias) e mais R$ 355,00 reais em dinheiro de mototaxista....
A vinda de camelôs de outras localidades para Várzea Alegre nesta época do ano já é uma tradição. A...
A abertura da Festa de São Raimundo Nonato e da parte social, Festa de Agosto, indica que o município...
Publicidade
error: Content is protected !!