Júri é no Fórum Lafayette, na Região Centro-Sul.

Crime foi em agosto de 2011 no bairro Aparecida.

Travesti acusada de homicídio é julgada em Belo Horizonte A travesti conhecida como Dani ou Bibi, de 28 anos, está sendo julgada nesta segunda-feira (23) no Fórum Lafayette, no bairro Barro Preto, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Ela é acusada de matar a rival em agosto de 2011 junto com outra travesti, Jorge da Conceição Lima, de 33.

De acordo com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), no dia 4 de agosto daquele ano, por volta das 2h, a vítima foi asfixiada com a alça de uma bolsa e levou várias marteladas na cabeça, até a morte. O crime foi em um imóvel na Rua Belmiro de Almeida, no bairro Aparecida, na Região Noroeste da capital mineira.

O motivo, segundo o MPMG, seria a cobrança de taxas da vítima pelo ponto de prostituição que ela usava no bairro Santa Branca, na Região da Pampulha. De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), a sessão, que estava prevista para as 8h30, começou às 10h, e a travesti, cujo nome de registro é Carlos Henrique Cordeiro de Oliveira, foi ouvida.

No momento da publicação desta reportagem, o juiz pegava o depoimento de uma testemunha de acusação.

A travesti Mel, cujo nome de registro é Jorge da Conceição Lima, seria julgada nesta segunda, mas não compareceu ao julgamento e teve o júri desmembrado.

As duas suspeitas respondem ao processo em liberdade. Um terceiro denunciado também teve o processo desmembrado e será julgado posteriormente.